O trabalho de Thilde Jensen no P3 do Público

Captura de tela 2019-11-13 às 12.46.31

Fotografia Thilde Jensen, Bobby é sem abrigo há 13 anos, Las Vegas, Nevada, 2016

O suplemento P3 do jornal Público traz-nos hoje um artigo de Ana Marques Maia sobre Thilde Jensen, uma fotógrafa que decidiu fotografar os sem abrigo, juntando ao lado humano uma estética moderna. Vivenciar o que é ser sem abrigo significou o continuado desaparecimento da sua identidade. Para ler aqui. Alertamos para a violência de algumas imagens.

Publicado em Notícias

Unlimited a sky full of light , de Clara Afonso, em Cascais

Captura de tela 2019-11-12 às 18.41.14

Da série UNI-VERSUS a sky full of light, Clara Afonso, Fotografia sobre Alumínio, 35×35 cm

Em Cascais, no Centro Cultural, inaugura no próximo sábado Unlimited a sky full of light de Clara Afonso (Castelo Branco, 1959). Diz-nos o texto de apresentação desta exposição que esta é “uma reflexão onde a pintura se associa à fotografia e à imagem, envolvendo diferentes áreas do conhecimento na criação plástica, que procura fortalecer temas ligados à expansão da consciência global potencializando um olhar diferente, um olhar mais consciente, talvez mesmo o despertar da Espiritualidade”. Sendo ainda dito na apresentação que “tudo é energia, frequência e vibração” e fazendo um apelo à subtileza dos “sentidos da alma”, a artista convida-nos à meditação e a um “olhar interior mais consciente, mais atento, ao despertar da espiritualidade para uns, expansão de consciência para outros” num convite ao sentir das imagens, ligando céu e terra, “vibrando em perfeita harmonia com a musicalidade dos sons da natureza, permitindo seguir o seu ritmo em sentimentos de aceitação de alegria e paz”.

Publicado em Notícias

A Espiritualidade Laica – de Ulisses ao casamento de amor, em Serralves

Captura de tela 2019-11-12 às 18.15.36

A Espiritualidade Laica – de Ulisses ao casamento de amor é o título da conferência que decorre na Fundação de Serralves no próximo dia 18, segunda feira, pelas 21.30 e integrada no ciclo Arte e Espiritualidade, comissariado por Pedro Abrunhosa e Paulo Mendes Pinto. A conferência é proferida por Luc Ferry, ex-Ministro francês da Juventude, Educação e Pesquisa, filósofo e escritor. Pretende-se explorar a forma como a Arte dialoga com a Ciência, a Filosofia, a Religião e o Pensamento.

Publicado em Notícias

Open call do LAC

Captura de tela 2019-11-12 às 18.05.32

O LAC – Laboratório de Atividades Criativas lançou uma open call destinada a artistas visuais para projetos que decorrem entre fevereiro e agosto de 2010. As regras das candidaturas podem ser vistas aqui.

Publicado em Notícias

O narcisismo das pequenas diferenças

Captura de tela 2018-04-26 às 21.32.16

Fotografia Pauliana Valente Pimentel

No Arquivo Fotográfico de Lisboa está patente ao público, até 11 de janeiro, O Narcisismo das pequenas diferenças de Pauliana Valente Pimentel. Acompanha a exposição uma folha de sala, bem concebida e esclarecedora, e um catálogo com imagens que vão para além das selecionadas para exposição.

É uma exposição que retrata a população jovem da ilha de S. Miguel, nos Açores, e embora a autora tenha dado uma particular atenção à vila de Rabo de Peixe, a verdade é que aquelas imagens nos mostram a Relva, a Ribeira Grande, ou até Ponta Delgada, locais grandes e pequenos com muito em comum. Quem conheça a realidade local consegue identificar naquelas imagens realidades e anseios culturais, tradições e práticas, formas de pensar e de olhar para si e para os outros.

Diz-nos António Pedro Lopes, autor do texto da folha de sala que acompanha a exposição que “estudam, trabalham, trabalham enquanto estudam. Todos têm telemóvel, ouvem música tiram selfies e sabem o poder que uma fotografia carrega”. Nesta altura poderíamos dizer que seriam jovens de qualquer ponto do país. Mas o autor esclarece-nos, e as imagens traduzem isso, que “andam a cavalo, participam em bailes de debutantes onde são apresentadas à sociedade e fazem surf e patinagem artística. Vestem-se de princesas e bandeiras dos Açores, mostram-se com a roupa das mães e brincam aos editoriais de moda. Aparecem em casas centenárias, palácios com animais embalsamados, em clubes sociais privados ou em cavalariças com cavalos brancos. Pergunto-me se são de famílias de brasão, que último nome têm, de “quem são ?” – a pergunta primeira que persiste em sair das bocas desconfiadas, que definem e categorizam o outro a partir da sua família.” Este relato, que o autor do texto transmuta em palavras da autora, pode dizer-se, resume toda a exposição e é uma ajuda ímpar para compreendermos aquelas imagens.

Na folha de sala que acompanha a exposição a autora confessa-nos que depois esquece estas condicionantes “porque na diferença, eles abrem as portas dos seus universos, as suas ruas, salas-de-estar ou quartos de cama. Quartos decorados por si, ou então não, são mesmo os seus quartos nas casas dos pais. Quartos com registos do Santo Cristo dos Milagres, colchas de enxoval, móveis antigos ou, então, papéis de parede baratos floridos, e padrões tigresse e zebra”. Não se pense que estas palavras transmitem um olhar crítico. São, principalmente, palavras de compreensão, que nas imagens se transformam em proximidade e cumplicidade, características fundamentais num projeto documental como este baseado no retrato e no registo de ambientes, algo que só se consegue com confiança e compreensão, sem juízos de valor prévios ou o olhar ligeiro do curto espaço de tempo de uma visita turística. Aliás, no texto de parede é referida a importância da estadia prolongada e repetida da autora na ilha, que permitiu a sua entrada no espaço íntimo dos retratados, notando-se como traço de união entre todas as imagens a cumplicidade entre cada um dos retratados e a autora. Só isso possibilita aqueles olhares, expressões e poses.

Paradoxalmente há em toda a exposição uma certa melancolia, que traduz também uma certa opção estética da autora, que se materializa nas poses e numa atitude aparentemente alheada, nos ambientes ou nas imagens da floresta micaelense, onde não faltam os nevoeiros e as neblinas. Este trabalho, feito em 2017, mostra-nos uma genuinidade, mas também a irreverância, a vida calma da ilha a par com a alegria típica de quem é jovem, a liberdade da diferença, mas igualmente o peso da tradição, que é particularmente sentido em S. Miguel e expresso nas referências e práticas religiosas.

E se todas as imagens transpiram autenticidade, não é menos verdade que estas fotografias  carregam um rigor e um domínio técnico merecedores de referencia e que pode ser visto na medição de luz ou na correção de perspectivas.

Inspirando-se em escritos de Freud, o título O narcisismo das pequenas diferenças, está espelhado nas imagens de cada um voltado sobre as suas próprias diferenças, tal como nas palavras de António Pedro Lopes quando afirma que aqueles jovens “carregam o corpo com orgulho, com a força de serem tudo o que quiserem e puderem ser, ou lhes deixarem ser ou os educarem para ser. São eles ali, num choque entre a sua cultura e condição”. A não perder, até janeiro. António Lopes

Publicado em Crítica, Notícias

No Porto, no Centro Português de Fotografia

Captura de tela 2019-11-07 às 16.58.52

Fotografia Luís Barra / Revista Visão

No próximo sábado inauguram no Centro Português de Fotografia, no Porto, a exposição referente ao Prémio Estação Imagem 2019 – Coimbra, e inaugura também a exposição Resistir ao Idai, uma exposição coletiva da autoria de vários fotojornalistas da imprensa portuguesa. Ambas as exposições inauguram às 16 horas.

Publicado em Notícias

Em Serralves

Captura de tela 2019-11-07 às 16.48.32

No próximo sábado, dia 09 de novembro, terá lugar na livraria da Fundação de Serralves a sessão de lançamento do livro Portuguese Emerging Art 2019, no qual a arte emergente portuguesa é protagonista.

É a terceira edição desta publicação anual, levada a cabo pela EMERGE – Associação Cultural, um projeto que visa promover o trabalho produzido por artistas emergentes portugueses e, pela primeira vez, residentes em Portugal.

Na apresentação estarão presentes Daniela Ambrósio, diretora da associação e coordenadora do livro, Jorge Reis, mentor do projeto, Patrícia Dias Mendes, diretora da Fundação PLMJ, e os jurados desta edição: o galerista Danilo Fortunato, os curadores Heloísa Vivanco e Hugo Dinis e a investigadora María Gracia de Pedro.

Durante a sessão, serão divulgados os premiados pela galeria Cisterna e a residência artística em new media art TempStudio.

Publicado em Notícias

Mês da Fotografia de Almada

Captura de tela 2019-11-07 às 16.30.41

Fotografia Carlos Noronha/Délio Jesse

Inauguram hoje as primeiras exposições do Mês da Fotografia de Almada, sendo que a partir de dia 9 já estão inauguradas as restantes exposições. A organização é do ImaginArte Almada, em colaboração com a Câmara Municipal, que com esta edição celebra dezanove anos de eventos e nove edições do Mês da Fotografia. Nesta edição, uma vez mais o Mês da Fotografia pretende estimular os mais jovens a fazerem fotografia através de um conjunto de exposições e de outras atividades de caráter formativo.

Assim, hoje às 21.30 horas, na Galeria Municipal de Arte, é inaugurada Zero/Zero de Carlos Noronha e Délio Jesse, exposição que pode ser vista até 1 de fevereiro. No dia 9, no Solar dos Zagalos, inauguram Medo? Não é da mata e Sustentabilidade – aqui e agora, dos alunos do Agrupamento de Escolas Professor Ruy Luís Gomes e da Escola Básica Elias Garcia. Também no dia 9, mas no Convento dos Capuchos, inaugura Im(permanências) de Manuel Botelho.

Captura de tela 2019-11-07 às 16.39.20

Fotografia Manuel Botelho
Publicado em Notícias

Novas Visões na Fotografia Contemporânea

Captura de tela 2019-11-06 às 16.36.56

Fotografia Laurence Rasti

Nas Carpintarias de S. Lázaro, em Lisboa, continua a decorrer uma das exposições do Festival Imago Lisboa 2019, uma organização da associação cultural Cedilhas & Legendas. Ali se apresenta a exposição Novas Visões na Fotografia Contemporânea, com imagens de Demetris Koilalous, Fillipo Zambon, Jon Cazenave, Jonathan Llense, Katrien de Blauwer, Laurence Rasyi, Liza Ambrossio, Malú Cabellos, Melanie Walker, Nydia Blas, Shen Chao Liang e Virginie Rebetez.

Recorde-se que as Carpintarias de São Lázaro foram inauguradas em 2017, definindo como sua missão promover a cultura e as Artes Contemporâneas, desde Artes Visuais a Música, Teatro e Dança, Cinema e Gastronomia, onde a criatividade, a inovação e o cruzamento multidisciplinar criam a oportunidade de reunir pessoas, comunidades e conhecimento. O horário de funcionamento é de quinta a domingo das 12.00 às 18.00, terminando a exposição no próximo dia 17.

Captura de tela 2019-11-06 às 16.37.40

Fotografia Nydia Blas
Publicado em Notícias

Cursos de Fotografia

Captura de tela 2019-10-31 às 18.13.32

Fotografia Paula Pinto

A partir da próxima segunda feira abrem as inscrições para os Cursos de Iniciação e Avançado. Atualmente decorrem duas turmas do nível de iniciação, devendo o novo curso iniciar-se nos últimos dias de novembro. Nas turmas que decorrem, uma está a iniciar a componente técnica da máquina fotográfica e as primeiras abordagens à estética e composição, e outra trabalha já nas aulas práticas de retrato. Deixamos aqui duas imagens executadas por Paula Pinto e Filipa Ferreira, duas das alunas de uma destas turmas.

Captura de tela 2019-10-31 às 18.13.07

Fotografia Filipa Ferreira

Quanto ao Curso Avançado ele terá início a 7 de dezembro, sendo um Curso essencialmente prático, onde serão abordados vários géneros de fotografia. Mais informações aqui.

Publicado em Formação APAF, Notícias

Em Foz Côa

Captura de tela 2019-10-31 às 17.58.54

A partir do próximo dia 4 e até 6 de janeiro, em Vila Nova de Foz Côa é apresentado o projeto Arte Solta,. Uma exposição coletiva de caráter itinerante de iniciativa do espaço Q. As obras estão expostas no Centro Cultural de Vila Nova de Foz Côa.

Publicado em Notícias

No Arquivo Fotográfico, em Lisboa

Captura de tela 2018-04-26 às 21.32.16

Fotografia Pauliana Valente Pimentel

O Arquivo fotográfico, em Lisboa, apresenta este mês diversas atividades: a 15 de novembro termina a imagem contextualizada que traz a público os trabalhos dos jovens estudantes de fotografia Anita Marante, Francisca Soares, Juliana Campos, Rita Leite e Sebastião Costa, que expõem Around what is almost not happening, Paisagem-memória, Entropia, Luz Oblíqua e 2BTITLED, respetivamente.

Entretanto continua patente a exposição de Pauliana Valente Pimentel, O Narcisismo das pequenas diferenças, a qual apresenta nesta série de fotografias uma narrativa visual centrada na vivência de alguns jovens açorianos. A temática dominante é o território insular, com preponderância nos comportamentos, na procura do belo e nas múltiplas situações do quotidiano onde se abordam conceitos como diferença, tolerância ou transgressão. Diz-nos a autora que “esta série pretende retratar a juventude de S. Miguel nos Açores, no seu contexto social e paisagístico. Este tipo de abordagem vai de encontro ao que eu tenho vindo a desenvolver nos últimos anos – “Jovens de Atenas”(2012), “The Passenger”(2014), “Behaviour of Being” (2105), “Quel Pedra”(2016). Interessa-me a questão insular, perceber como se move a juventude, que tipo de grupos existem, o tipo de abertura e liberdade que têm e como se manifesta”.

No seu 10º aniversário, a Feira do Livro de Fotografia de Lisboa irá decorrer uma vez mais nas instalações da rua da Palma. Este ano a organização  apresenta algo diferente das edições anteriores, apostando numa reflexão sobre os últimos 10 anos  da Feira. A iniciativa que irá decorrer nos dias 29 e 30 de novembro, entre as 17h00 e as 21h00 de sexta-feira e as 10h00 e 21h00 de sábado, contará assim com mesas redondas e debates, exposições de maquetas e workshops.

Publicado em Notícias

Transcriptions (part 2)

Captura de tela 2019-10-28 às 16.03.42

Fotografia Armando Castro

Até 21 de novembro no Edifício Central Da Câmara Municipal de Lisboa (Campo Grande 25) pode ver a exposição Transcriptions (part 2) de Armando Castro.

A exposição, que pode ser visitada de segunda a sexta feira das 8 às 20 horas, tem por objeto a natureza e é uma sequência de Transcriptions (part 1) onde o seu autor se centrava nas árvores, troncos e folhas. Estas novas “transcrições” da natureza envolvem um renovado olhar sobre as coisas belas que nos cercam, agora centrado sobre rochas, texturas e formas, num caminho mais abstracionista mas igualmente sentido.

Publicado em Notícias

Cursos de Fotografia

Captura de tela 2019-10-24 às 15.34.45

Fotografia Joana Pratas

Teve ontem início uma nova turma do Curso de Iniciação à Fotografia. O Curso terá uma duração aproximada de mês e meio com aulas teóricas e práticas que envolvem uma componente técnica, de controle da luz e domínio da máquina fotográfica, e outra estética, relacionada com a educação visual e a composição. Entretanto deixamos aqui uma imagem de Joana Pratas e outra de Hugo P. Ferreira, executadas durante uma da aulas práticas da turma que teve o seu início a 3 de outubro.

Captura de tela 2019-10-24 às 15.39.43

Fotografia Hugo P. Ferreira
Publicado em Formação APAF, Notícias

IMAGO Lisboa

Captura de tela 2019-10-24 às 15.03.54

Fotografia São Trindade

Até 17 de novembro decorre a 1ª edição do festival internacional de fotografia IMAGO LISBOA, Organizado pela Cedilhas & Legendas – associação cultural, o festival terá exposições e eventos que acontecem em vários locais: Convento da Graça, Carpintarias de São Lázaro, Museu da Água, Praça Paiva Couceiro, Arquivo Fotográfico Municipal, Casa Independente, Galeria das Salgadeiras, Módulo – Centro Difusor de Arte, Galeria Little Chelsea, Galeria Luís Geraldes, Pequena Galeria.

O festival pretende dotar a cidade de um acontecimento fotográfico regular, que potencialize as diferentes práticas fotográficas e obtenha reconhecimento nacional e internacional. O conjunto de exposições tem em conta três vertentes essenciais: dar a conhecer autores atuais de reconhecida relevância internacional, promover um maior conhecimento e circulação internacional dos artistas portugueses e recuperar memórias e produzir novos registos documentais que concorram para o desenvolvimento da cidadania e maior sensibilização para o nivelamento de assimetrias sociais.

Sugerimos uma visita às exposições presentes bo Museu da Água, na Calçada dos Barbadinhos a Santa Apolónia, com trabalhos de Augusto Brázio, Luísa Ferreira, Pedro Letria e São Trindade.

Captura de tela 2019-10-14 às 16.15.05

Fotografia Luísa Ferreira

 

 

 

 

Publicado em Notícias

Preto Books

Captura de tela 2019-10-24 às 14.45.26

A Preto Books lançou mais um número. Feita por fotógrafos e com o objetivo de estabelecer uma ligação entre os que se dedicam a esta atividade, a revista Preto assume que não é um portfolio ou que não há nenhum tema ou texto predefinidos e que ss imagens e sua apresentação podem contar simultaneamente diferentes histórias. Com imagens de Chris Shaw, Jehsong Baak, Magnus Cederlund e Miguel Oriola. Em https://pretobooks.com/Preto-Magazine-Issue-9

Publicado em Notícias

Em Lamego

Captura de tela 2019-10-21 às 15.29.34

A 7.ª edição do Ciclo de Fotografia do Museu de Lamego (2019) alarga-se ao Vale do Varosa com a realização de quatro exposições simultâneas: no Museu de Lamego, Mosteiro de Sta Maria de Salzedas, Torre de Ucanha e Convento de Sto António de Ferreirim. Esta edição é dedicada à viagem convocando os 500 anos da circum-navegação por Fernão de Magalhães. A organização é do Museu de Lamego e do MIRA FORUM, com curadoria de Manuela Matos Monteiro e João Lafuente

Publicado em Notícias

Lisboa, por Janine Barreto, no P3

Captura de tela 2019-10-24 às 14.29.08

Fotografia Janine Barreto

O Público, no seu suplemento P3, oferece-nos uma interessante visão (crítica) sobre a massificação do turismo em Lisboa. Pelas palavras e pelas imagens de Janine Barreto, ex-condutor de tuk-tuk, a reportagem constitui um alerta para a descaracterização da cidade. São imagens que nos mostram uma cidade frenética e de usofruto rápido. São também uma chamadsa de atenção a propósito da fotografia ligeira e superficial feita por todos nós quando viajamos. Mais do que uma reportagem sobre este tema, é também um momento de reflexão sobre a fotografia. Para ler aqui.

Publicado em Notícias

Curso de Fotografia

Captura de tela 2019-10-21 às 16.20.23

Fotografia Rafaela Dionísio

Captura de tela 2019-10-21 às 16.19.55

Fotografia Hugo P. Ferreira

Está a decorrer o Curso de Iniciação à Fotografia que teve início nos primeiros dias deste mês. Depois de uma base teórica de técnica e de uma abordagem estética que se prolonga durante todo o curso, este fim de semana teve lugar a aplicação prática do controle da luz, trabalhando em diferentes modos, de entre os quais o manual. O próximo bloco teórico-prático tem início esta semana com fotografia de retrato, executada em estúdio e individualmente, ao qual se segue prática de fotografia em espaços fechados. Entretanto, deixamos aqui três imagens decorrentes da abordagem estética executadas pelos alunos e referentes à abordagem estética, baseada até agora nos enquadramentos, uso da distância focal, ambiencia, mensagem e conteúdo, entre outros aspetos abordados.

Captura de tela 2019-10-21 às 16.20.50

Fotografia Morbeck

Entretanto, esta semana, iniciaremos uma nova turma com aulas às segundas e quartas feiras, das 19.30 h às 21.30 h. Mais informações em https://associacaoportuguesadeartefotografica.wordpress.com/formacao/curso-de-iniciacao-a-fotografia/

Publicado em Formação APAF, Notícias

Manuel de Oliveira e o cinema – conferência

Captura de tela 2019-10-21 às 15.46.23

No dia 22 de outubro às 18h30, Jacques Lemière, investigador francês na área do cinema e da antropologia política, apresentará uma conferência sobre Manoel de Oliveira e o Cinema Português, no Auditório da Casa do Cinema Manoel de Oliveira, no Porto. A conferência é promovida pela Fundação de Serralves.

Publicado em Notícias

Na Guarda

Captura de tela 2019-10-21 às 15.40.33

A Fundação de Serralves e a Câmara Municipal da Guarda promovem a exposição Mesa dos sonhos: Duas coleções de arte contemporânea — Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento e Fundação de Serralves, que inaugura dia 23, na Galeria de Arte do Teatro Municipal da Guarda, e se prolonga até 23 de novembro.

Segundo a nota de imprensa “esta exposição não pretende fixar-se num único meio de expressão artística mas estabelecer diálogos e confrontos entre diferentes modos de produção e de pensamento. Através do diálogo entre as duas coleções, o espectador é convocado para uma pluralidade de universos e de questões estéticas, políticas e poéticas”.

Com curadoria de João Silvério “a exposição resgata para o seu título um poema de Alexandre O’Neill, reconhecido poeta e artista visual, e parte da mesa enquanto metáfora e realidade vivida — um lugar de encontro, de confronto, de comunhão, de deriva, e um espaço social, seja na intimidade da casa ou num espaço aberto e partilhado como o espaço público“.

Publicado em Notícias

7ª edição do Ciclo de Fotografia do Museu de Lamego

Captura de tela 2019-10-21 às 15.29.34

Sob o tema A Viagem decorre a 7ª edição do Ciclo de Fotografia do Museu de Lamego. O mar que nos liga, uma coletiva proveniente dos Encontros da Imagem,,Três cidades de Marrocos, a partir de fotografias e do livro de Vergílio Ferreira e patente no Museu de Lamego, A circum-navegação na palma da mão, uma coletiva de fotografia mobile e apresentada no Mosteiro de Santa Maria de Salzedas, e Há ir de voltar, de Lucília Monteiro e que pode ser vista na Torre de Ucanha, estão patentes ao público até fevereiro, sendo a curadoria da responsabilidade de Manuela Matos Monteiro e João Lafuente.

Publicado em Notícias

Infinito

unnamed

Inaugura dia 23 Infinito, uma exposição de trabalhos dos alunos de Fotografia Nível 2 – 2018/19 do Ar.Co. A exposição, estará patente ao público até 30 de outubro, nas instalações do Ar.Co, no antigo marcado de Xabregas (Rua Guladim Pais).

Publicado em Notícias

Transcriptions (part 2)

Captura de tela 2019-10-21 às 14.37.43

Armando Castro apresenta a exposição de fotografia Transcriptions (part 2). A exposição inaugura amanhã pelas 17 horas e estará patente ao público até 11 de novembro no Edifício da Câmara de Lisboa, no Campo Grande 25, podendo ser visitada de segunda a sexta feira das 8 às 20 horas.

Publicado em Notícias

Curso de Fotografia

henriqueferreira

A APAF realizará, com início no próximo dia 23 de outubro um novo Curso de Fotografia. Com uma componente teórica e outra prática, esta realizada com exercícios individuais e em grupo, o objetivo é dotar os formandos de capacidades de autonomia em termos técnicos e desenvolver a sua vertente estética.

As aulas decorrem às segundas e quartas feiras, das 19.30 h às 21.30 h. Mais informações em https://associacaoportuguesadeartefotografica.wordpress.com/formacao/curso-de-iniciacao-a-fotografia/

Publicado em Formação APAF, Notícias

Elephant, de André Príncipe

Captura de tela 2019-10-15 às 16.05.13

André Príncipe e a Editora Pierre von Kleist apresentam uma nova produção editorial com o título Elephant.

Segundo o texto de apresentação Elephant é um livro de “retratos feitos pelo mundo inteiro nos últimos vinte anos combinados com as imagens claras abstratas e uma oração tibetana para a proteção”. Os retratos manifestam confusão, ansiedade e uma necessidade de escapar que nos faz refletir na nossa condição de mortais e nas alterações que o mundo conhece.

Captura de tela 2019-10-15 às 16.05.36

Publicado em Notícias

Made in China / China, China, China, de Bruno Saavedra

Captura de tela 2019-10-14 às 16.24.33

Fotografia Bruno Saavedra

A Galeria do Solar dos Zagallos, na Sobreda em Almada, apresenta Made in China e China, China, China, duas leituras paralelas que compõem a exposição individual do fotógrafo Bruno Saavedra (Itamaraju, Bahia, Brasil, 1987), patente ao público até 20 de Outubro próximo.

Um retrato da população chinesa que habita e trabalha no bairro do Intendente, em Lisboa, constitui o mote para o conjunto das 19 imagens de Made in China, um projecto fotográfico que resultou da participação de Saavedra, em Novembro de 2016, na 5ª edição do Workshop “Narrativas Fotográficas do Intendente”, a cargo de Pauliana Valente Pimentel. Sobrepondo-se a um registo puramente documental e objectivo desta comunidade fechada e de difícil acesso para um ocidental, o fotógrafo envereda por um olhar atento a pormenores, subtil e exótico, onde o quotidiano de uma “Chinatown” que assenta arraiais nesta zona multicultural da capital portuguesa nos é revelado de uma forma velada mas assaz consistente.

Saavedra partilha detalhes de momentos e de espaços, prendendo a nossa atenção com o ambiente singular ao qual lhe foi concedido uma visível entrada, facilitada pelas suas vivências nos anos que residiu em Macau e fruto de um trabalho persistente e intenso ao longo de cerca de 3 meses. Nos registos do fotógrafo afirmam-se costumes e realidades próprias de uma Ásia que identificamos, onde objectos e rostos se manifestam com contenção, deixando transparecer um clima algo enigmático e denunciando os limites impostos por uma marcante herança cultural.

A narrativa visual que vai desfilando perante os nossos olhos conta-nos histórias de uma China que se instala no Intendente de modo recorrente, à semelhança de outros lugares do mundo ocidental, sem perder a sua identidade e a filosofia que rege o seu dia a dia. Gentes comuns que se dedicam arduamente ao trabalho em áreas específicas, como sejam a restauração, o comércio e a medicina tradicional, são postas a descoberto em perspicazes enquadramentos de interiores ou de exteriores, onde uma leitura cuidadosa da nossa parte não elimina interrogações nem ultrapassa barreiras latentes.

Bruno Saavedra oferece-nos um testemunho da comunicação conseguida a custo com esta sociedade, numa visão que pretende criar um distanciamento implícito, réplica das experiências presentes ao longo do projecto desenvolvido no terreno. As escolhas que o fotógrafo faz em torno do que lhe é dado a conhecer, denotam uma fuga ao trivial num interessante diálogo cromático, ilustrando modos de vida e tecendo retratos que não se esgotam, numa tentativa de entendimento deste povo que se encerra em si mesmo.

Captura de tela 2019-10-14 às 16.30.37

Fotografia Bruno Saavedra

China, China, China é um trabalho mais recente, efectuado no passado mês de Setembro, aquando da curta estadia de Saavedra em terras do Oriente. Aqui, o fotógrafo desenvolve um paralelismo evidente com Made in China, retratando agora o povo chinês no seu território, nomeadamente em Macau, em Hong Kong e na China.

A ponte que o fotógrafo estabelece com o projecto anterior revela-se nos novos pormenores, ambientes e situações captadas que nos remetem para um mesmo universo onde o exotismo, a curiosidade e as interrogações permanecem. Ao enveredar por caminhos que lhe trazem memórias dos tempos aí vividos, Saavedra regista a cultura oriental na sua origem, com imagens que se afastam do óbvio, palmilhando fronteiras e abrindo horizontes no seu relacionamento com essa realidade.

A fotografia analógica é a técnica utilizada neste seu segundo trabalho, denotando um novo rumo por oposição ao digital que o caracteriza. A pequena sala onde o apresenta, contígua à principal para Made in China e com uma iluminação reduzida e personalizada, incita-nos à exploração de algo que se encontra aparentemente oculto, salientando deste modo, a dificuldade de compreensão da natureza do Oriente perante o olhar do Ocidente.

Made in China levanta um véu mas não desnuda indivíduos nem quebra os laços que os sustentam enquanto agrupamento, convidando-nos à reflexão. Exposto na Casa Independente no Largo do Intendente, em Lisboa, em 2017 e na Galeria de Arte da Fundação Rui Cunha, em Macau, em Setembro do corrente ano, estreia-se agora na margem Sul do Tejo a par com China, China, China que lhe acrescenta uma outra dimensão. Uma visita que vale a pena! Margarida Neves

Publicado em Crítica, Notícias

Hoje, no Museu da Água, em Lisboa

Captura de tela 2019-10-14 às 16.15.05

Fotografia Luísa Ferreira

Inserida na 1ª edição do festival internacional de fotografia IMAGO LISBOA, inaugura hoje, às 18 horas, no Museu da Água Estação Elevatória a Vapor dos Barbadinhos (à Calçada dos Barbadinhos, Santa Apolónia) a exposição de fotografia que reúne trabalhos de Augusto Brázio, Luísa Ferreira, Pedro Letria e São Trindade.

Publicado em Notícias

Festival Internacional de Fotografia Imago Lisboa

Captura de tela 2019-10-10 às 17.22.37

Fotografia Denetris Koilalous

Está aí a 1ª edição do festival internacional de fotografia IMAGO LISBOA, que acontece de dia 10 de Outubro a 17 de Novembro.

Organizado pela Cedilhas & Legendas – associação cultural, o festival terá exposições e eventos que acontecem em vários locais: Convento da Graça, Carpintarias de São Lázaro, Museu da Água, Praça Paiva Couceiro, Arquivo Fotográfico Municipal, Casa Independente, Galeria das Salgadeiras, Módulo – Centro Difusor de Arte, Galeria Little Chelsea, Galeria Luís Geraldes, Pequena Galeria.

O festival pretende dotar a cidade de um acontecimento fotográfico regular, que potencialize as diferentes práticas fotográficas e obtenha reconhecimento nacional e internacional. O conjunto de exposições tem em conta três vertentes essenciais: dar a conhecer autores atuais de reconhecida relevância internacional, promover um maior conhecimento e circulação internacional dos artistas portugueses e recuperar memórias e produzir novos registos documentais que concorram para o desenvolvimento da cidadania e maior sensibilização para o nivelamento de assimetrias sociais.

Publicado em Notícias

Notícias da APAF

Captura de tela 2018-03-26 às 17.49.49

A APAF irá retomar a orientação editorial deste blog ao longo do mês de outubro. Este tem sido um espaço que além de noticiar as atividades desta Associação, divulga igualmente autores, projetos e iniciativas várias no campo das artes em geral e da fotografia em particular, sublinhando a sua origem portuguesa. Por questões de saúde o responsável pelo blog viu-se obrigado a interromper a colaboração, que agora retoma, de forma gradual. Agradecemos a compreensão aos nossos seguidores.

Publicado em Notícias

Curso de Fotografia – 23 outubro

Captura de tela 2018-03-26 às 17.49.49

Teve início na passada semana um novo Curso de Iniciação à Fotografia. Com uma componente teórica e outra prática, esta realizada com exercícios individuais e em grupo, o objetivo é dotar os alunos de capacidades de autonomia em termos técnicos e desenvolver a sua vertente estética.

Pelo facto de este curso ter esgotado rapidamente o número de vagas disponíveis, excecionalmente a APAF decidiu no mesmo mês abrir uma segunda turma, cujas aulas terão início a 23 de outubro, decorrendo estas às segundas e quartas feiras, das 19.30 h às 21.30 h. Mais informações em https://associacaoportuguesadeartefotografica.wordpress.com/formacao/curso-de-iniciacao-a-fotografia/

Publicado em Formação APAF, Notícias

Curso de Fotografia – 3 de outubro

Captura de tela 2018-10-23 às 17.41.36

A partir do dia 3 de outubro a APAF vai realizar um novo Curso de Iniciação à Fotografia. Este Curso é destinado a todos quantos querem começar a aprender fotografia desde a matéria mais básica, como enquadramentos, medição de luz ou manuseamento da máquina, pretendendo no final deixar uma informação sólida sobre fotografia, quer em termos técnicos, quer estéticos. Pretende-se que o aluno aprenda a trabalhar com a sua máquina em modo manual adotando os parâmetros que entender por melhores em cada momento, nomeadamente trabalhar nos diferentes modos da máquina, controlar a luz, o ISO e o WB. A componente estética é baseada na visualização e discussão de exemplos, que incluem história da arte, da fotografia e ainda trabalhos de diversos fotógrafos, criando hábitos de reflexão sobre a leitura de uma imagem, distinguindo entre gosto pessoal e qualidade de uma obra.

As aulas decorrem às terças e quintas feiras das 19.30 às 21.30 h. Mais informações em https://associacaoportuguesadeartefotografica.wordpress.com/formacao/curso-de-iniciacao-a-fotografia/

Publicado em Formação APAF, Notícias

Curso de Fotografia – dos 12 aos 16 anos

Captura de tela 2019-07-08 às 19.35.00

Teve hoje início um novo grupo do Curso de Fotografia destinado a jovens dos 12 aos 16 anos. A orientação destes cursos visa uma conjugação entre a aprendizagem estética e técnica da fotografia com uma componente lúdica. Juntam-se ainda um conjunto de conselhos sobre a forma de compreender a luz, sobre o que se deve fazer (ou não fazer) quando se pretende colocar as fotografias nas redes sociais ou como fotografar as férias com a família. Mais informações aqui.

Publicado em Formação APAF, Notícias

No Porto

Captura de tela 2019-07-08 às 19.04.01

O Centro Português de Fotografia inaugura no próximo dia 11 a exposição referente ao Concurso de Fotografia ANACOM 2019. O Concurso que teve como tema “Comunicar, Ligar, Unir” terá a exposição patente ao público até 22 de setembro.

Publicado em Notícias

Formação em Fotografia na APAF

Captura de tela 2019-07-03 às 18.43.02

Fotografia Tiago Neto

Com uma imagem de Tiago Neto (12 anos) abrimos aqui a informação que estão a decorrer até 19 de julho os cursos de fotografia para jovens dos 12 aos 16 anos. A orientação destes cursos visa uma conjugação entre a aprendizagem estética e técnica da fotografia com uma componente lúdica. Juntam-se ainda um conjunto de conselhos sobre a forma de compreender a luz, sobre o que se deve fazer (ou não fazer) quando se pretende colocar as fotografias nas redes sociais ou como fotografar as férias com a família. Mais informações aqui.

Entretanto começou ontem uma nova turma do Curso de Iniciação em horário pós-laboral, cujo final previsto será a primeira semana de agosto. Ainda este mês começamos a preparar o próximo ano lectivo, revendo programas e materiais de formação e de que daremos aqui notícia nesta página.

Publicado em Formação APAF, Notícias