Curso Avançado de Fotografia

 

Captura de tela 2016-03-28 às 17.04.12

O Curso Avançado de Fotografia da APAF decorre entre setembro e julho. Inscrições a decorrer

Estrutura do curso

A APAF lança, no ano letivo de 2017/2018 o Curso Avançado de Fotografia com a intenção de oferecer uma etapa intermédia entre o Curso de Iniciação e o Curso Profissional. O programa é semelhante ao do Curso Profissional, sendo uma grande parte das aulas realizadas em conjunto. A diferença é que este curso não abordará as questões de Mercado, de Relação com os Clientes ou de Gestão, entre outros que são mais dirigidos a quem quer exercer a sua atividade como fotógrafo.

Trata-se de um curso com uma forte componente prática, que parte de matérias simples e bastante acessíveis em termos de captação de imagem, visando com isso a solidez técnica e estética do aluno, mas que evolui para uma fotografia mais complexa e que termina com a apresentação de um projeto fotográfico.

Na sua formação estes alunos serão mais dirigidos ao meio artístico, nomeadamente das galerias de arte. O Curso é dotado de uma significativa parte estética visando estimular a criatividade dos formandos e desenvolver o seu espírito crítico. Como em todos os nossos cursos não se falará só de fotografia, sendo os alunos motivados a relacionarem a fotografia enquanto imagem com outras formas de expressão artística, visando uma educação visual e cultural fundamental para o sucesso enquanto fotógrafos.

O Curso Avançado de Fotografia é uma ação de formação destinada a quem já possui as bases técnicas de fotografia, mas quer prosseguir os seus estudos numa vertente mais técnica e prática. Inclui iluminação de retrato e fotografia de objetos e situações de trabalho prático em paisagem, fotografia de rua e interiores.

 

Aulas e horários

O curso terá início a 16 de Setembro 2017 e terminará em finais de Julho de 2018. As aulas decorrem aos fins de semana, entre as 10.30 às 18.30, ocupando um fim de semana e meio por cada mês (2 sábados e 1 domingo ou 1 sábado e 2 domingos) previsivelmente nos primeiros e terceiro fim de semana de cada mês. As aulas do curso realizam-se em Lisboa sendo a formação presencial.

Na primeira aula proceder-se-à à entrega de documentação, apresentação do curso, apresentação de alunos e monitores. Nestas primeiras aulas serão definidos os dias de aulas do primeiro trimestre.

Dias de aula em setembro de 2017  

16 e 30 de setembro, sendo que a aula de 30 é, parcialmente, de prática em exterior

Os dias em concreto nos restantes meses são por norma acordados com os alunos. A estes dias devem somar-se mais alguns tempos dedicados aos trabalhos práticos marcados para cada aluno. Os curso tem previstas 240 horas de formação, às quais se acrescentam os trabalhos práticos solicitados aos alunos.

Inscrições

A inscrição tem o valor de 150 € e a mensalidade de 190 €. As inscrições podem ser feitas via internet ou presencialmente por pré-marcação. Deve enviar-nos os seguintes dados:

– nome

– morada

– número de contribuinte para emissão de fatura

– telefone e mail

– comprovativo de transferência bancária do valor da inscrição (150.00 €) para o IBAN PT50001800000813512500178 / NIB 001800000813512500178 (Santander)

Caso os alunos optem por pagar integralmente o seu Curso têm um abatimento de 12,5% no valor total (2050.00 – 256.25=1793.75 euros)

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Ano Letivo 2016 / 2017

BLOCO 1

Integração total ou parcial do programa da Fase 1 em face das necessidades e conhecimentos técnicos e estéticos dos alunos. A sua inclusão poderá ditar o alargamento do número de horas do curso sem prejuízo para os alunos.

BLOCO 2

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA

1 – Os primeiros processos fotográficos e o contexto social, político, económico e artístico da época – 1839/1850. A expansão da fotografia e a exploração fotográfica do mundo no século XIX. A Kodak e a fotografia ao alcance de todos. Arte e modernidade – o movimento picturalista.

2 – As mutações que a fotografia sofreu em função das alterações sociais verificadas no mundo. A arte fotográfica – 1890/1920. Novas opções estéticas no pós guerra. A fotografia na segunda metade do século XX.

3 – Linguagem fotográfica. Análise e discussão de várias correntes estéticas surgidas no século XX. Caminhos da fotografia contemporânea.

BLOCO 3

O ATO FOTOGRÁFICO

1 – O que é a fotografia e o ato de fotografar. A responsabilidade moral e legal da imagem. Os Direitos de Autor e a legislação em vigor. O Direito á Imagem. O direito a fotografar e o direito a expôr e a publicar. O papel do fotógrafo enquanto interveniente e espectador. A máquina e o tipo de imagem produzida. O envolvimento com a ação.

 2 – O que é a fotografia enquanto objeto e mensagem. A objetividade versus subjetividade. O olhar enquanto ato fotográfico. Da caverna de Platão aos levantamentos sociais dos EUA passando pela pinhole. As consequências da democratização da fotografia. As angústias da fotografia:- arte e não arte.

 

BLOCO 4

FOTOJORNALISMO

1 – A notícia escrita e visual. Os valores de mercado. Princípios básicos da escrita jornalística. Fotografia de espetáculo. Fotografia de teatro. Fotografia de reportagem. Fotografia de desporto.

2 – O contato com os protagonistas: artistas, políticos, público, etc.

3 – Agências noticiosas e órgãos de comunicação social. Acreditações.

BLOCO 5

FOTOGRAFIA DE PAISAGEM E EDITORIAL

1 – A paisagem comercial. Análise estética deste género fotográfico. Mercado e valores das imagens.

2 – A fotografia de paisagem no domínio artístico e de autor.

BLOCO 6

FOTOGRAFIA DE TURISMO

1 – Equipamentos e filosofia de imagem. A fotografia enquanto lazer e conhecimento. Bancos de imagem e revistas.

2 – A fotografia de viagem.

3 – Planificação dos trabalhos. Meteorologia, luz e geografia.

4 – A cidade e o rural. Fotografar pessoas.

BLOCO 7

FOTOGRAFIA DE PUBLICIDADE

1 – Técnicas de luminação. Medição de luz e equipamentos usados. Forma, volume, brilho e textura. Fotografia de objetos opacos, transparentes e translúcidos.

2 – Fotografia a partir do objeto e de uma ideia/conceito com layout. Fotografia de objetos e produtos com e sem destino a recorte e respetivo trabalho digital. Fotografias em estúdio de objetos planos e cilíndricos. Fotografia de originais planos.

3 – Conceitos de publicidade e de composição. Fotografia comercial e de autor.

BLOCO 8

FOTOGRAFIA DE RETRATO

1 – Aspetos técnicos e estéticos da fotografia de retrato. A fotografia comercial e de autor. Retrato e autoretrato.

2 – Iluminação. Luz artificial, natural e mistura de fontesde luz. Equipamentos existentes no mercado. Efeitos criados com a luz. A atenção que a luz merece quanto ao ângulo de incidência, hora e intensidade no momento de execução de uma imagem. A noção de temperatura de côr.

BLOCO 9

A FOTOGRAFIA ENQUANTO EXPRESSÃO ARTÍSTICA

1 – A fotografia como obra de arte. Abordagem à História de Arte e sua relação com a fotografia. O valor comercial da fotografia de arte. Fotografia e cultura visual.

2 – Análise e debate de projetos de autor. Do projeto à exposição. Organização e planificação de um projeto. Patrocínios e logística de uma exposição.

3 – Desenvolvimento de projeto pessoal ao longo do curso e criação de um projeto expositivo. Apresentação fundamentada do projeto fotográfico de cada aluno, incluindo recolha de imagens, apresentação, angariação de patrocínios, montagem, apoios e divulgação nos media. Dialogar com as nossas imagens. Estratégias de trabalho.

4 – O projeto. O portfólio e a exposição.

5 – Identificação de públicos e de mercado.

6 – Abordagem à edição e à auto-edição.

BLOCO 10 

1 – Projeto e seu acompanhamento pela APAF

 

FORMADORES

A coordenação pedagógica é feita por uma equipa de monitores: António Lopes, Andreia Nunes, Sandra Osório e António Rendeiro. São estes monitores que acompanham os alunos no seu percurso e ajustam a formação a situações específicas que representam dificuldades ou necessidades próprias de cada formando. Paralelamente, as matérias específicas serão dadas por estes monitores, cujo curriculum pode ver em https://associacaoportuguesadeartefotografica.wordpress.com/monitores-dos-cursos/  ou por fotógrafos especializados em áreas específicas (paisagem, publicidade, retrato, etc.)

VISITAS DE ESTUDO E DEBATES

Aconselhamos os alunos a incluírem no seus plano de estudos as visitas de estudo e a presença em colóquios ou debates promovidos pela APAF.

EXERCÍCIOS

1 – Todos os blocos comportam exercícios e trabalhos práticos sobre esses temas. Na sua maioria implicam também o trabalho de pós-produção digital (trabalho em photoshop) e respetivas aulas de tratamento de imagem. O bloco 6 implica a execução de trabalhos práticos e sua defesa em termos de fotografia de paisagem no sentido comercial e de autor. Nos trabalhos práticos do Bloco 8, que implicam o trabalho com modelos, a luz a construir tem relação com o posterior trabalho digital das imagens.

Desenvolvidos ao longo de todo o curso, todos os trabalhos e exercícios visam a autonomia dos alunos com vista a responder a diversas situações reais de mercado, envolvendo a recolha de imagens em acontecimentos políticos, culturais, desportivos ou outros.

NECESSIDADES DE EQUIPAMENTO

Máquina fotográfica e computador portátil com o Photoshop

ALTERAÇÕES AO PROGRAMA

A existência de acontecimentos vários ao longo do ano letivo, podem ditar a inclusão de novas matérias e exercícios não incluídos neste programa.

CERTIFICADO

Será atribuído aos formandos um Certificado de Frequência

 

 

 

 

Anúncios