Bienal de Fotografia do Porto

Captura de tela 2019-05-17 às 15.12.55

“Adaptação e Transição” é o tema da primeira Bienal de Fotografia do Porto, promovida pela plataforma Ci.CLO e que até 2 de julho leva ao Porto um conjunto de exposições, workshops e debates importantes para o meio fotográfico. Daí também decorre o papel e a responsabilidade dos artistas para a “regeneração social e ambiental, através da prática artística”. Arte, responsabilidade e intervenção cívica unem-se pela mão da plataforma Ci.CLO, uma estrutura independente de pesquisa e criação na área da fotografia, mas que não se confina a esta, já que estabelece também pontes com outras disciplinas artísticas.

Olhando para o programa há uma preocupação em apresentar artistas emergentes a par de outros já com um percurso solidificado, num total de 53 artistas, apresentados em 14 espaços da cidade: Jardins do Palácio de Cristal, Reitoria da Universidade do Porto, Paços do Concelho da Câmara Municipal do Porto, Mira Fórum, Palacete de Belomonte, Centro Português de Fotografia, Museu da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, entre outros. Após a Bienal no Porto é intenção da organização que alguns trabalhos se tornem itinerantes.

Do programa destacamos, entre outras exposições, Future Scenarios de Lena Dobrowolka e Teo Ormond-Skeaping, que aborda a vulnerabilidade e a responsabilidade pelas alterações climáticas e que é apresentado na Reitoria da Universidade do Porto ou Stories on Earthly Survival, presente no Centro Português de Fotografia. Uma referência também para as múltiplas oficinas e visitas guiadas que fazem parte desta Bienal. O programa pode ser visto aqui.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Notícias. ligação permanente.