ARCO Lisboa, até domingo

Captura de tela 2019-05-15 às 15.26.51

Inaugurou ontem a quarta edição da ARCO Lisboa, que este ano tem África como elemento de destaque. Até domingo são 73 galerias de 17 países que na Cordoaria Nacional, em Lisboa, apresentam alguns dos seus artistas de maior destaque. A feira está organizada em três áreas: o Programa Geral, os espaços Opening, destinados a galerias mais jovens, e os Projetos. De África vêm galerias de Moçambique, Angola, Uganda e África do Sul. Note-se ainda que o programa da feira inclui também um conjunto de exposições em galerias e instituições culturais lisboetas.

Na fotografia predominam os grandes formatos com trabalhos de artistas com uma carreira sólida. João Tabarra, Mário Macilau, Ângela Ferreira, André Cepeda, João Penalva ou Heitor Cortesão são alguns dos artistas nacionais presentes e em que vale a pena reparar.

A feira inclui ainda uma secção referente a projetos editoriais, quer nacionais, quer internacionais, reunindo 40 editoras, e que é de destacar pela persistência e dedicação de muitas editoras de fotografia, num meio editorial que não é fácil. Do programa fazem ainda parte conferências e debates com particular interesse.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Notícias. ligação permanente.