Emilio Biel

sc0003fa2c

Fotografia Emilio Biel, da série A Arte e a Natureza em Portugal, diligência em Lamego

Para quem não conheça a importância de Emilio Biel (St. Annberg, Alemanha, 1838 – Porto, 1915) na história da fotografia portuguesa aqui fica uma recente e interessante publicação de Fascínio da Fotografia, de A. Bracons. Biel foi não só um grande fotógrafo, como levou a fotografia para um patamar empresarial até então desconhecido em Portugal. Foi também um empreendedor que registou e divulgou algumas técnicas fotográficas e fotomecânicas de finais do século XIX, de entre as quais a fototipia. Para que não se pense que a sua atividade se resumia à fotografia foi também figura incontornável na introdução da luz elétrica no Porto e em Chaves, representante da empresa Singer em Portugal, e autor de um notável levantamento fotográfico sobre os caminhos de ferro portugueses e, talvez a sua obra mais espetacular, autor de A Arte e a Natureza em Portugal, um conjunto de vários álbuns fotográficos que retratam o modo de vida, os transportes, os monumentos, e muitos outros aspetos das cidades portuguesas. Inesquecíveis são também os seus trabalhos sobre o Douro, antecipando aquilo que anos mais tarde se chamará de “projeto fotográfico” onde o conjunto se assume como um todo coerente na abordagem e na estética.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Notícias. ligação permanente.