The sardine photo experience

Captura de tela 2018-03-01 às 16.49.57

A Tertúlia Algarvia recebe, ao longo de 2018, o ciclo de exposições The sardine photo experience, que têm a sardinha como objeto de atenção e que abordam temas como a pesca da sardinha no Algarve, a indústria conserveira, as sardinhadas e as procissões marítimas dos pescadores. Cada tema específico é fotografado autonomamente por diversos fotógrafos, tendo em vista obter distintos olhares sobre o mesmo assunto.

O capítulo II deste ciclo decorre de 8 de março a 19 de abril. Intitula-se Filipe da Palma passou uma noite a bordo da traineira Arrifana e apresenta imagens cujo autor descreve de forma sucinta: “franqueada a porta da casa do leme, à direita uma tangível imagem de Nossa Senhora de Fátima. No interior, ocupando cerca de metade do espaço da parede frontal, ao lado da roda do leme, imensos ecrãs, cada qual com a sua função. A visão romântica de uma pesca efetuada por instinto e por leitura de sinais terrenos e marítimos, que não permeados por tecnologia, ficou confirmada pela sua negação.

Em 22 metros de traineira, corpos de homens dos 20 e muitos aos mais de 60 anos sabem com a precisão de um relógio o que é necessário fazer para que a Arrifana abandone o iluminado porto de Portimão, sulcando a partir de agora o negrume da cálida noite“.

 

The sardine photo experience é um projeto documental e coletivo, promovido pelos Encontros de Fotografia de Lagoa (ENFOLA) e coordenado por Nuno de Santos Loureiro. O fotógrafo agora apresentado, Filipe da Palma (S. Brás de Alportel, 1971) é mais um contributo para este vasto projeto, documento histórico e social da vivência algarvia.

 

Esta entrada foi publicada em Notícias. ligação permanente.