Centro Português de Fotografia

Captura de tela 2018-01-16 às 18.00.31

O Centro Português de Fotografia em 2017 recebeu 119.731 visitantes. Dados divulgados pelo CPF mostram um continuado crescimento no número de visitantes. Além de ter celebrado em 2017 os seus 20 anos de existência (25 de junho de 1997), este foi também o ano em que a sua sede, a Antiga Cadeia e Tribunal da Relação do Porto foi classificada como Monumento Nacional.

Comparativamente ao número de visitantes registado em 2015 (104.154 visitantes) – uma vez que 2016 foi um ano atípico durante o qual o CPF conseguiu manter as portas abertas, pese embora as obras em curso – verificou-se um aumento de 14,96 % no n.º de visitantes. De facto de 104.154 visitantes em 2015 o CPF passou para 119.731 registados em 2017, mais 15.577 visitantes do que em 2015.

Situado junto aos Clérigos, no Porto, o edifício é ainda hoje conhecido como “a Cadeia da Relação”, tendo começado a ser construído em 1767 sob a traça de Eugénio dos Santos. Por ali passaram “Zé do Telhado” e Camilo Castelo Branco, tendo sofrido profundas remodelações em 1987 e 1989. Sendo missão do CPF a promoção e salvaguarda do património arquivístico fotográfico, o CPF possui um programa anual de exposições temporárias, um Núcleo Museológico permanente, que inclui uma rara, valiosa e diversificada coleção de máquinas fotográficas, uma biblioteca e diversas salas de exposição. Presentemente tem em exposição Ilha, de Paulo Pimenta, Rituais do Ver, de Fátima Carvalho, Extraños, de Juan Manuel Prieto e ainda A Esfera de Empédocles, uma seleção da Coleção Nacional de Fotografia.

Captura de tela 2018-01-16 às 17.52.53

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Notícias. ligação permanente.