Jeu de 54 cartes, de Jorge Molder, em Santo Tirso

Captura de tela 2017-10-31 às 15.12.44

Até 21 de janeiro, o Museu Internacional de Escultura Contemporânea de Santo Tirso apresenta Jeu de 54 cartes de Jorge Molder. Diz-nos o texto de apresentação que Molder “utiliza o corpo como elemento matricial da sua obra, construindo sequências imagéticas que se reportam a personagens ficcionadas, repletas de referencias literárias e filosóficas, que reequacionam o problema da autorepresentação. O Jeu de 54 cartes que agora apresenta, constitui uma narrativa onde, uma vez mais, é o personagem que acolhe as suas microficções. As 55 fotografias que conformam a exposição são fragmentos de uma história que tem a ver com o mundo dos sonhos, no qual se assume como um jogador peculiar, suis generis, que encara o jogo como uma distração completamente desprovida de sentido dramático e espetacular que a natureza do ato em si mesma encerra”.

Esta entrada foi publicada em Notícias. ligação permanente.