Prémio Europeu Helena Vaz da Silva atribuído a Wim Wenders

Captura de tela 2017-07-18 às 14.07.33

O Prémio Europeu Helena Vaz da Silva para a Divulgação do Património Cultural/2017 foi atribuído a Wim Wenders, realizador de cinema e fotógrafo. O prémio será entregue no dia 24 de outubro, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, tendo por base “o seu contributo excecional para a comunicação da história multicultural da Europa e dos ideais europeus”.

A presidente do Centro Nacional de Cultura, Maria Calado, falando em nome do júri, destacou o papel de Wim Wenders na divulgação do património cultural europeu. Na realidade quem não se lembra de Lisbon Story, com música dos Madredeus, ainda antes de Lisboa estar na moda? Refere o júri que “ao longo de 50 anos de carreira, ele tem sido um mestre na procura de imagens e palavras para capturar o sentido de lugar na Europa. O júri apreciou em particular a forma original como Wenders consegue dar vida aos valores e ideais europeus e promovê-los além-fronteiras, através do seu trabalho prolífico, que abrange filmes inovadores, exposições fotográficas, monografias, livros de filmes e coleções de prosa”.

Instituído em 2013 pelo Centro Nacional de Cultura, o Prémio Europeu Helena Vaz da Silva para a Divulgação do Património Cultural distingue contribuições excecionais para a proteção e divulgação do património cultural e dos ideais europeus. Conta com o apoio do Ministério da Cultura, da Fundação Calouste Gulbenkian e do Turismo de Portugal.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Notícias. ligação permanente.