Ausências, de Arlindo Pinto

Captura de tela 2017-03-16 às 17.25.55

Chama-se Ausências e o seu autor é Arlindo Pinto, um nome já conhecido no meio fotográfico. Ausências é uma metáfora sobre os espaços que facilitam a circulação, o consumo e a comunicação mas que, segundo o autor, ao contrário dos lugares antropológicos que privilegiam as dimensões identitárias, são destinados á passagem. Esta é uma reflexão sobre os “não-lugares” onde todos são tratados com indiferença e onde o estar só entre a multidão adquire um significado próprio, nos impõe novas formas de solidão.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Notícias. ligação permanente.