Bienal de Vila Franca de Xira

captura-de-tela-2016-12-19-as-17-17-53

O fotógrafo Rui Dias Monteiro foi o premiado na edição deste ano da Bienal de Vila Franca de Xira. Renovada, mais de acordo com a atual produção contemporânea, a Bienal exibe este ano um invejável programa de exposições que vivamente aconselhamos.

Rui Dias Monteiro foi premiado com a obra Terra Morta, um díptico que integra uma instalação de poesia e fotografia que se inspira na sua família e no local onde nasceu.

O Prémio, anunciado na passada sexta feira, no Celeiro da Patriarcal, em Vila Franca, local onde até 22 de janeiro podem ser vistas as obras dos nove finalistas, escolhidos a partir de 93 candidaturas, foi decidido pelo Conselho de Curadores, constituído por Filipa Valladares, Emília Tavares, Pedro Alfacinha e Sérgio B. Gomes e por um júri constituído por Sandra Vieira Jürgens, Nuno Crespo, Paula Varanda, Pedro Rodrigues e Fátima Faria Roque.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Notícias. ligação permanente.