Depois, no Museu do Chiado, em Lisboa

Captura de tela 2016-09-01 às 19.35.26
Estará patente até dia 25 deste mês no Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado, Depois, uma exposição de André Cepeda e curadoria de Sérgio Mah.
Reunindo um conjunto de fotografias recentes realizadas no Porto, as imagens sugerem, no dizer de Sérgio Mah, “um percurso físico – e mental – sobre vários locais de uma cidade onde a presença humana é residual. Nesse percurso, nessa deambulação, André Cepeda fotografa os mais diversos assuntos, por entre ruas desertas, fachadas de edifícios, construções rudimentares, monumentos e ruínas, materiais e objetos abandonados em cenários temperados pela melancolia e pela sensação de vazio. É uma visão áspera e sensível, meditativa e crítica, que reage às circunstâncias espaciais, materiais e lumínicas que conferem a certos lugares e a certos objetos um carácter simultaneamente familiar e estranho, banal e misterioso”.
Entretanto, recordamos o que aqui escrevemos nos primeiros tempos desta exposição, que aconselhamos vivamente. Para ler em
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Notícias. ligação permanente.