Um trabalho pós-memorial: o caso de Daniel Blaufuks

Captura de tela 2016-07-05 às 17.56.55

Um interessante texto de Ana Quintais Um trabalho pós-memorial: o caso Daniel Blaufuks, publicado na Revista de Sociologia Configurações. Transcrevemos o resumo:

Partindo da noção de pós-memória reflete-se sobre memória, família e fotografia, bases fundamentais na construção conceptual do termo formulado por Marianne Hirsch. Entre a geração pós-memorial, ligada aos eventos do Holocausto, destaca-se o fotó­grafo e artista visual português Daniel Blaufuks que, através das obras Sob Céus Estranhos (2007) eTerezín (2010), ilustra exemplarmente alguns dos pressupostos de um trabalho de pós-memória”. Pode ver o texto integral em http://configuracoes.revues.org/3034

(Referência Ana Quintais, “Um trabalho pós-memorial: o caso de Daniel Blaufuks”, Configurações [Online], 17 | 2016, posto online no dia 30 Junho 2016, consultado o 05 Julho 2016. URL : http://configuracoes.revues.org/3034)

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Notícias. ligação permanente.