Instalações Provisórias: independência, autonomia, alternativa e informalidade. Artistas e exposições em Portugal no século XX.

Captura de tela 2016-04-20 às 15.00.12

No próximo dia 27, Sandra Vieira Jurgens apresenta, no Porto, na Rua Passos Manuel 137 (ao Coliseu), o seu livro Instalações Provisórias: independência, autonomia, alternativa e informalidade. Artistas e exposições em Portugal no século XX.

A obra revela as condições de existência da cultura alternativa, as qualidades e as características transitórias, efémeras, os processos instáveis e informais de ocupação e de instalação que caracterizam as práticas artísticas independentes. Como surgiram e evoluíram os projectos expositivos independentes que, ao longo do século XX, redefinindo o conceito de arte, artista, espaço de exposição e prática curatorial. Esta obra, de cerca de 600 páginas, inclui não apenas os espaços independentes, mas também associações, colectivos de artistas, exposições e a actividade de artistas-curadores. O estudo termina na década de 90, com a emergência dos artistas-curadores e dos projectos e espaços expositivos independentes, da ZDB em Lisboa à Caldeira 213 no Porto. A obra apresenta ainda uma panorâmica sobre o pensamento e as práticas expositivas mais experimentais em Portugal, devidamente contextualizadas na situação internacional.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Notícias. ligação permanente.