Nó, de Eduardo Sousa Ribeiro

Captura de tela 2015-09-29 às 14.18.13

No próximo dia 2 o Photobook Club de Lisboa apresenta o projeto , de Eduardo Sousa Ribeiro (vencedor do concurso Scopio International Photobook Contest 2014 –http://www.scopionetwork.com/node/113#1 ). Diz-nos o autor que “este projecto começa em 2005 no Feijó, com um conjunto de fotografias a preto e branco, que mostra pessoas a cultivar a terra num contexto aparentemente rural. Mais tarde, em 2009, durante um período de quatro meses, continuei a desenvolver o projecto. Desta vez numa área circunscrita ao nó da Amadora, que é atravessado pelo IC-19, uma das auto-estradas com mais movimento da Europa, e rodeado por uma grande superfície, uma zona industrial e uma zona habitacional.

Nó é a criação de uma narrativa centrada no nó da Amadora, onde no seu interior se inscreve uma ruralidade e um quotidiano (familiar) improvável. (Atrever-me-ia a dizer) um espaço com a sua própria identidade.

O aceso a este espaço/território como que semelhante a uma ilha faz-se atravessando a pé o nó da Amadora. Onde um grupo de cabo-verdianos tornou aquele “não-lugar” (Marc Augé) num lugar de subsistência, de convívio, de estórias que se contam entre (des)ilusões e memórias de um país ausente”. A apresentação decorre na Lx Factory, em Lisboa, a partir das 19 horas.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Notícias. ligação permanente.