Novo livro de Augusto Brázio

Document2

Augusto Brázio, vencedor do Grande Prémio de Fotojornalismo BES/Visão em 2008, lança o seu novo livro Vende-se. O lançamento terá lugar no dia 30 de Abril, quarta feira, às 19h30, na rua Poço dos Negros 119, em Lisboa, numa loja que está actualmente a ser recuperada pela associação “Rés-do-chão” promotora de uma iniciativa de reabilitação dos pisos térreos desocupados como forma de revitalizar as ruas e dinamizar a cidade.

Diz-nos Augusto Brázio que algumas destas milhares de lojas, encerradas ao longo de todo o país, parecem ainda ter o sinal “Volto já” afixado na porta, enquanto em outras se notam já indícios de abandono. Pelos efeitos conjugados da nova Lei do Arrendamento Urbano, que facilita a expulsão dos arrendatários, da queda do consumo e do aumento dos impostos, os comerciantes são confrontados com situações economicamente incomportáveis. Por outro lado, os proprietários querem recuperar os seus imóveis e aproveitar a onda de turismo que varre Portugal; querem construir hotéis de charme, abrir lojas gourmet ou vender produtos tradicionais em embalagens sofisticadas.

Por isso a interrogação do fotógrafo quando iniciou este projeto: será que a crise se vê? Quem visita Portugal de passagem, quem procura destroços de bombas artesanais, manifestantes furiosos ou pessoas a morrer de fome na rua, não os encontrará. A crise não tem a espectacularidade do Terramoto de 1755 que arrasou Lisboa. As coisas são silenciosamente substituídas. Desaparecem como se nunca tivessem existido (ou melhor, como se nunca devessem ter perdurado tanto tempo). Estas lojas fechadas são uma brecha por onde se vê os efeitos da crise.

Vende-se é um livro-levantamento com 180 páginas e 90 fotografias das inúmeras lojas devolutas que compõem actualmente a paisagem das cidades em Portugal. A edição é da Ghost e o design de Léo Favier. O lançamento será acompanhado por uma conversa entre Augusto Brázio, Pedro Letria (fotógrafo), João Fiadeiro (coreógrafo), Patrícia Almeida e David-Alexandre Guéniot (editores) bem como uma sessão de assinaturas.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Notícias. ligação permanente.