Pente 10

A fotografia em Portugal esta mais pobre. Encerrou, em Lisboa, a única galeria exclusivamente dedicada à fotografia.

Iniciou a sua atividade há uns anos, em 2008, apresentou fotógrafos, dinamizou o mercado do colecionismo, levou fotógrafos portugueses além fronteiras. Como pontos altos a presença na Paris Photo em 2009 e 2010. Encerrou agora. Encerrou em face da inexistência de um mercado de fotografia capaz de sustentar de forma continuada a atividade e com isto queremos dizer que não têm aparecido novos colecionadores, privados ou institucionais, que tornem vivo e apelativo este mercado. Com isto todos perdem: criadores, galeristas, publico, colecionadores. Perde a cultura portuguesa. Perdem os fotógrafos portugueses que continuam a ser uns ilustres desconhecidos para além das nossas fronteiras. António Lopes

Esta entrada foi publicada em Opinião. ligação permanente.